E aquela "FECHADA" no trânsito?

Qual, Nelson? Aquela que eu dei ou aquela que deram em mim?

Pois é. Essa é a ideia louca da Esfera. Eu recebo o que eu dou.

- Ah, conversa fiada!

Parece mesmo. Fica o desafio: tente praticar distanciamento e ver quantas vezes você detona alguém no trânsito.

- Se eu não fizer isso, nem vou andar.

Bom, fica o convite. Eu não tenho as respostas. Eu só faço perguntas, sempre para mim mesmo. Estou reproduzindo aqui aquelas que eu me faço mais vezes, repetidamente.

Repetidamente.

Vamos falar de repetição, daqui a pouco. Na próxima, vamos falar do mecanismo que se repete me impede de viver dentro da minha Esfera. Só posso fazer esse relato a partir de minhas observações sobre mim mesmo, pois nunca conhecerei as movimentações de outras pessoas.

As imagens abaixo, obtidas da Agência Estado, em diversas datas, também falam de mim.

Como? Por quê? Aguarde.




Abraços!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cristalizações